<< Voltar

Notícias | Educação


Araranguá -Encontro resgata cultura do Boi de Mamão

20/08/2019



A magia de ver um Boi de Mamão ‘ressuscitar’ e dançar se fez presente na Casa da Fraternidade. Tudo começou quando há um ano o projeto ‘Boi de Mamão na Comunidade’, realizado pela Unesc, assumiu a tarefa de resgatar um boi de mamão que estava praticamente destruído na Casa da Fraternidade.
Em um ano de ações, alunos da Unesc e Casa da Fraternidade se dedicaram para resgatar esta atividade na instituição em Araranguá. O projeto de extensão da Unesc ‘Boi de Mamão na Comunidade’ construiu as cabeças, auxiliou na pesquisa, construção dos personagens, preparação dos atores, da música, enfim tudo que é necessário, até culminar no encontro chamado de Boi de Mamão entre Pontos realizado no sábado, dia 17.
“E o que vimos foi um encontro de gerações de bois. O Boi do Heriberto, da escola Heriberto Hülse de Criciúma e Ponto de Cultura Boi de Mamão da Unesc ensinaram as crianças adolescentes a dançar e cantar, junto com o Sr. Zé do Boi, uma das figuras mais respeitadas na tradição do Boi de Mamão em Santa Carina. Aprenderam um pouco da sua história e terminaram a confecção das últimas peças que integraram o Boi da Casa da Fraternidade”, conta a presidente da Casa da Fraternidade, Cátia Hahn.
“No final do dia os participantes puderam prestigiar um belo espetáculo tanto do Boi de Mamão da Escola Heriberto Hulse e pra surpresa de todos, um ensaio aberto da apresentação do Boi de Mamão da Casa da Fraternidade! Lindo! Foi emocionante ver a cultura catarinense do Boi de Mamão sendo resgatada em mais um Ponto de Cultura!”, expressa Cátia
A Casa da Fraternidade agradece a todos que colaboraram com este trabalho e coloca a disposição para futuras apresentações do Boi de Mamão. Quem quiser mais informações entrar em contato 48 3527 0214 ou site www.acasadafraternidade.org.br.



A magia de ver um Boi de Mamão ‘ressuscitar’ e dançar se fez presente na Casa da Fraternidade. Tudo começou quando há um ano o projeto ‘Boi de Mamão na Comunidade’, realizado pela Unesc, assumiu a tarefa de resgatar um boi de mamão que estava praticamente destruído na Casa da Fraternidade.
Em um ano de ações, alunos da Unesc e Casa da Fraternidade se dedicaram para resgatar esta atividade na instituição em Araranguá. O projeto de extensão da Unesc ‘Boi de Mamão na Comunidade’ construiu as cabeças, auxiliou na pesquisa, construção dos personagens, preparação dos atores, da música, enfim tudo que é necessário, até culminar no encontro chamado de Boi de Mamão entre Pontos realizado no sábado, dia 17.
“E o que vimos foi um encontro de gerações de bois. O Boi do Heriberto, da escola Heriberto Hülse de Criciúma e Ponto de Cultura Boi de Mamão da Unesc ensinaram as crianças adolescentes a dançar e cantar, junto com o Sr. Zé do Boi, uma das figuras mais respeitadas na tradição do Boi de Mamão em Santa Carina. Aprenderam um pouco da sua história e terminaram a confecção das últimas peças que integraram o Boi da Casa da Fraternidade”, conta a presidente da Casa da Fraternidade, Cátia Hahn.
“No final do dia os participantes puderam prestigiar um belo espetáculo tanto do Boi de Mamão da Escola Heriberto Hulse e pra surpresa de todos, um ensaio aberto da apresentação do Boi de Mamão da Casa da Fraternidade! Lindo! Foi emocionante ver a cultura catarinense do Boi de Mamão sendo resgatada em mais um Ponto de Cultura!”, expressa Cátia
A Casa da Fraternidade agradece a todos que colaboraram com este trabalho e coloca a disposição para futuras apresentações do Boi de Mamão. Quem quiser mais informações entrar em contato 48 3527 0214 ou site www.acasadafraternidade.org.br.


#

Mostrando 1 - 12. Total de 88 em 8 página(s).