<< Voltar

Notícias | Saúde


Covid-19: CISAMESC deverá assinar protocolo de intenções com Instituto Butantan para compra da vacina CoronaVac

07/01/2021


Araranguá


Covid-19: CISAMESC deverá assinar protocolo de intenções com Instituto Butantan para compra da vacina CoronaVac


Reunião entre Consórcio e presidente da associação de municípios realizada hoje definiu detalhes do protocolo e aquisição de insumos para vacinação


 


O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amesc (CISAMESC) realizou na manhã desta quinta-feira (07), uma reunião com o presidente da Associação dos Municípios do Extremo-Sul Catarinense (AMESC), o prefeito de São João do Sul, Moacir Francisco Teixeira para tratar da formalização de um protocolo de intenções com o Instituto Butantan para adquirir a vacina Coronavac.


O movimento permitirá que, após a aprovação, municípios do Extremo-Sul Catarinense pertencentes ao Consórcio tenham a disposição doses da vacina independentemente do governo do estado ou do governo federal. “Diante da instabilidade e da ausência de um plano nacional de vacinação que até então não foi definido pelo governo federal, julgamos melhor nos anteciparmos para minimizar todo processo burocrático que vai envolver os trâmites da compra da vacina. Depois de muito diálogo com o Instituto Butantan já estamos formalizando um protocolo de intenções que deverá ser assinado em São Paulo nos próximos dias” explicou o diretor executivo do CISAMESC, Leandro Fernandes.


Durante o encontro, o presidente da associação de municípios explicou que a entidade recebe a notícia com otimismo. “Precisamos unir forças para garantir que a população em nossa região receba as doses da vacina assim que houver aprovação da Anvisa. Este protocolo de intenções servirá para agilizar o processo administrativo e burocrático já que até o momento não há um plano de vacinação nacional e o estado anunciou que seguirá o plano do governo federal,” disse Moacir.


O CISAMESC vai apresentar o protocolo de intenções que será assinado com o Instituto Butantan em uma nova reunião programada para a próxima segunda-feira, dia 11, onde deverão estar presentes todos os prefeitos da região. Segundo o diretor executivo, a entidade também se antecipou para a compra de insumos como seringas, agulhas, curativos, algodão entre outros itens que são necessários para realização da vacinação. “Estamos buscando realizar agora a licitação de insumos para colocar todos estes itens à disposição das secretarias municipais de saúde a um preço ainda mais acessível, tendo em vista que estes itens deverão ter o preço alterados nos próximos dias por conta da grande demanda. Garantindo agora e de forma consorciada será possível uma grande redução nos custos, cumprindo assim com a missão do consórcio” explicou. 


A vacina


A Coronavac está sendo produzida no Brasil Butantan, em São Paulo, por meio de uma parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech. A vacina está na última fase de testes e divulgou hoje junto ao governo de São Paulo os resultados sobre eficácia, e após isso deverá passar por análise da Anvisa para ser liberada no Brasil. O imunizante atingiu 78% de eficácia no país, nos casos graves, a proteção foi total anunciou o governo de São Paulo em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (7).


# Saulo Pithan

Outras Imagens


Mostrando 1 - 12. Total de 308 em 26 página(s).